Benefícios do Pilates

O Pilates, um método que hoje leva o sobrenome do seu criador, Joseph Hubertus Pilates. Foi desenvolvido e formatado como método entre o final do séc XIX e o início da década de 1920, e  denominado de Contrologia:  “a completa coordenação de corpo, mente e espírito”.

O método ajuda a desenvolver corpos fortes, alongados e flexíveis, utilizando princípios específicos que promovem “ … o primeiro requisito da felicidade….a aquisição e manutenção de um corpo uniformemente  desenvolvido com uma mente sã e completamente capaz de naturalmente, facilmente e satisfatoriamente, executar nossas muitas e variadas atividades de vida diária com espontaneidade e prazer ”(Joseph Pilates, Return to Life Through Contrology, 1945).

Os 3 Princípios que guiam o método, como afirmou seu criador, são: Saúde Integral, Engajamento Total do Corpo e Respiração. Os Princípios de Movimento do método são: Movimento do Corpo Todo, Respiração, Desenvolvimento Equilibrado dos Músculos, Concentração, Controle, Centralização da Força, Precisão e Ritmo.

Hoje o Pilates conta com as ciências do movimento e as teorias de controle motor e do sistema de fáscias embasando e reiterando seus conceitos e princípios.

Os benefícios do Pilates para o corpo são inúmeros como, o refinamento da coordenação motora, ganho de força e mobilidade, eficiência de movimento, movimento fluido, postura adequada, rejuvenescimento mental e espiritual, consciência de si e do outro, auto-confiança, restauração do movimento animal natural, integração de mente/corpo/espírito, sensação de bem estar, melhora da qualidade de vida, dentre tantos outros.

 

Coordenação Motora, Eficiência de Movimento e Movimento Fluido

Pilates treina a musculatura profunda, responsável por nossa inteligência corporal, músculos que preparam e organizam os movimentos, promovendo a coordenação que nos permitem mover com maior eficiência e fluidez. Aos poucos os movimentos são desafiados, exigindo maior equilíbrio, como ficar apoiado em um pé só ou sobre superfícies instáveis,  trabalhando diversas articulações simultaneamente, a percepção espacial e o equilíbrio são desenvolvidos ao longo das aulas, melhorando assim a coordenação motora. Essa progressão atenta e cuidadosa dos exercícios e seus níveis de dificuldade, prepara os tecidos do corpo gradativamente, diminuindo os impactos negativos nas articulações.

Ganho de Força e Mobilidade

Os exercícios de Pilates trabalham vários músculos do corpo ao mesmo tempo e de forma integrada.  A ênfase na estabilidade do centro facilita o ganho de mobilidade na coluna e no quadril, o que torna o trabalho mais seguro em especial para a prática de atividades físicas e esportes. Distribuir forças pelas articulações do corpo nos torna mais fortes e ágeis sem aumentar muito o volume dos músculos. A proposta é restaurar nosso movimento animal natural.

Corrige Problemas Posturais

Umas das maiores procuras pelo Pilates são por pessoas que possuem algum tipo de problema postural, pois por conta dos maus hábitos da vida moderna, nossa coluna vai comprimindo, afundando e sofrendo desgastes e assim acumulando vários pequenos problemas que podem evoluir para algo mais sério no futuro. Através de exercícios de sustentação, alongamento e mobilidade, vamos aprendendo e habituando à coluna a uma melhor postura no dia a dia, aliviando assim as dores musculares e prevenindo o surgimento de deformações e lesões.

Aumento da Concentração e da Consciência Corporal, Integrando Mente/Corpo/Espírito

Um dos elementos do método Pilates é a busca pela concentração, estimulando o praticante a focar na respiração e na percepção do movimento, nas sensações, tanto de partes do corpo isoladamente como do conjunto. Isso permite um aprofundamento do auto-conhecimento, o desenvolvimento de uma consciência de si e consequentemente do outro. Quando nos conhecemos mais nos tornamos mais auto-confiantes e mudanças expressivas acontecem no âmbito cognitivo, emocional e espiritual.

Melhora da Respiração

A Respiração é uma ferramenta de trabalho na prática de Pilates. Ela pode ser usada para facilitar ou desafiar os exercícios. Além disso existem exercícios que focam no desenvolvimento da capacidade respiratória e do controle da respiração. Com a prática do Pilates e o uso adequado da respiração, diminuímos o stress e a ansiedade, que constantemente interrompem a respiração natural, gerando bloqueio no diafragma. Com a prática regular do Pilates neutralizamos esses efeitos maléficos, trabalhamos a musculatura respiratória, e aprendemos  novamente a controlar e otimizar a respiração. Além de fornecer oxigênio ao corpo, e assim facilitar todas as funções fisiológicas, a respiração faz toda a diferença em como nos sentimos antes, durante e após a atividade.

Melhora o bem estar

Incluindo exercícios de fortalecimento, mobilidade, alongamento e relaxamento, e com o foco nos exercícios de respiração, o Pilates alivia a ansiedade e o estresse, melhora a postura e consequentemente as dores, trazendo uma percepção de conforto e bem estar.

Podemos ver que o Pilates é um método muito completo, que oferece os mais diversos tipos de benefícios, e que poder ser praticado em qualquer idade e com diversos objetivos. Mas atenção! É muito importante que ao optar pelo método, procure profissionais qualificados, pois da mesma forma que o Pilates pode ajudar, se aplicado de maneira inadequada, seus prejuízos podem ser grandes e até irreparáveis.

Diante de todos esses benefícios, é fácil entender que o Pilates influencia e muito na sua maneira de enxergar e viver no mundo. Ao respirar esse movimento, e nos tornarmos mais fortes, móveis, conscientes, eficientes, concentrados, saudáveis e integrados, elevamos nossa qualidade de vida, incluindo a qualidade do sono e da digestão, da nossa relação com a gente mesmo e com os outros, caminhando na direção apontada pelo mestre de conquistarmos “ todos os poderes físicos e mentais que são indispensáveis para atingirmos o objetivo da humanidade – Saúde e Felicidade” (Joseph Pilates, Your Health, 1934).

 

, , , , , , ,
Post anterior
Você já ouviu falar em Tremor Ortostático?
Próximo post
Pilates… O que vem por aí? Alice Becker, nossa colaboradora, tem muito para contar!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu