10 dicas para dar aula de Pilates com segurança

mulher debruçada em bola de pilates sorrindo para a camera

As aulas de Pilates usam muitos aparelhos e acessórios, além do próprio corpo e a sua relação com a gravidade, como fonte de resistência física. Com a evolução de cada praticante, estes podem ser desafiados a executar movimentos mais complexos e até acrobáticos. Assim, é crucial que o profissional de Pilates adote todas as medidas necessárias, para garantir a integridade física dos alunos no studio. Por isso, reunimos aqui 10 dicas para que você possa dar aula de Pilates com segurança e sem preocupações.

Não é novidade que o Pilates é considerado uma das atividades físicas mais completas do mundo, porque oferece uma quantidade gigantesca de benefícios e interfere diretamente na qualidade de vida das pessoas. Além disso, possui a flexibilidade de adaptação para todos os públicos.

E quando a gente fala de todos os públicos, é que o repertório de exercícios do Pilates é tão amplo, que dá para atender desde os indivíduos saudáveis, até aqueles que possuem limitação motora ou necessidades especiais. E inclui-se aí os idosos, gestantes, crianças, portadores de doenças físicas e também as neurológicas.

Assim, garantir uma prática de Pilates sem intercorrências é fundamental. Adotando as medidas necessárias, você vai conseguir dar sua aula de Pilates com segurança. Simultaneamente, vai evitar acidentes no seu studio e prevenir lesões em seus alunos. Agora, vamos a algumas dicas que você pode adotar:

1. Para garantir a prática de Pilates com segurança, equipe o seu estúdio com aparelhos de qualidade

Esse requisito é primordial. A qualidade dos equipamentos utilizados em seu Studio de Pilates vai possibilitar uma prática saudável, tranquila e sem preocupações. Aparelhos de qualidade possibilitam, além da segurança, conforto e praticidade.

A qualidade dos aparelhos vai interferir diretamente na sua atuação e no desempenho do praticante. Ademais, equipamentos bons duram mais, reduzindo o custo do proprietário. No nosso blog, tem um artigo específico, para ajudar o profissional a escolher os melhores aparelhos, para oferecer aulas de Pilates com segurança, é só clicar aqui para ler.

Conheça os aparelhos da Balanced Body

Se você não quer errar nesse quesito, pode investir nos equipamentos da Balanced Body, marca reconhecida mundialmente, com mais de 40 anos de tradição. Assim, você poderá se despreocupar em relação à qualidade do serviço que vai oferecer. Isso porque os produtos da Balanced Body passam por criterioso processo de produção, com uso de matéria-prima de primeira.

Os equipamentos possuem até seis anos de garantia, a maior do mercado. Além disso, você não terá inconvenientes com erosão e oxidação. Para que o profissional possa usufruir do máximo benefício proporcionado pelos equipamentos, a Physio Pilates ainda disponibiliza um e-book gratuito com dicas e orientações específicas de manutenção.

2. Mantenha uma distância adequada entre os equipamentos

A organização do estúdio de Pilates deve ser planejada, porque a disposição dos equipamentos deve permitir a livre circulação dos alunos e instrutores. Esses espaçamentos permitirão que você tenha um campo de visão melhor dos alunos que estão em atividade simultaneamente. E, claro, vai facilitar a sua manipulação dos acessórios e equipamentos.

alunos de pilates realizando alongamento de perna com elasticos preso nos pés
Como oferecer aulas de Pilates com segurança

Se você está pensando em montar um estúdio de Pilates, mas o espaço disponível é reduzido, não se preocupe. Você tem a opção de escolher aparelhos conjugados, que oferecem dois em um, e se tornam adequados a esses espaços menores. Os consultores da Physio Pilates podem te auxiliar nessa tarefa, basta entrar em contato por aqui.

3. Tenha cuidado no armazenamento dos acessórios

Os acessórios precisam ficar bem guardados, para evitar acidentes. Certifique-se de que não há qualquer risco de caírem no chão ou atingir os alunos. Também fique atento na troca de horários, para guardar os acessórios que foram deixados aleatoriamente no studio pelos alunos que estavam utilizando-os.

Se você esquecer um acessório pelo chão, isso pode causar um acidente grave. Portanto, não vacile com os acessórios. Utilize armários seguros, disponha os acessórios de maneira organizada, para facilitar seu acesso a eles e o armazenamento.

É fundamental alertar os alunos sobre isso. Ademais, é bom incluir, como parte do exercício, a tarefa de o aluno buscar e depois guardar o acessório utilizado, sempre que possível. É importante que toda a montagem da estrutura do estúdio ofereça agilidade, mas a prioridade é sempre a segurança de todos.

4. Faça a manutenção preventiva de aparelhos, conforme orientação do fabricante

Não basta adquirir aparelhos seguros, é indispensável que você tenha atenção com a manutenção deles. Ou seja, leia o manual e faça um cronograma de revisões. Veja o que necessita de cuidado semanal, mensal, semestral, anote essas informações em sua agenda.

Além de garantir a segurança, as manutenções preventivas também contribuirão para aumentar a vida útil dos aparelhos. Para te ajudar nessa função, baixe gratuitamente o nosso e-book O Guia Definitivo para Manutenção e Limpeza dos seus Equipamentos de Pilates.

5. Utilize iluminação adequada para uma prática de Pilates com segurança

Uma boa iluminação deve ser um item prioritário em qualquer ambiente, especialmente quando falamos de prática de Pilates com segurança. Ela deve ser montada a partir da função social do ambiente, para que o espaço seja aproveitado em sua integridade de modo eficiente.

alunos de pilates exercitando abdomen e pernas
Dicas para aulas de Pilates com segurança

O seu studio de Pilates precisa ser claro e oferecer conforto visual aos alunos. Some-se a isso a necessidade de você ter uma visão panorâmica e de qualidade do espaço. Mas não exagere, para que os alunos não acabem com a incidência de luz direta nos olhos, durante os exercícios.

Ao pensar no projeto luminotécnico, lembre-se que você vai vender um conceito de bem-estar e de saúde. A iluminação de seu estúdio deve seguir esse conceito.

6. Observe a localização de espelhos

Os espelhos possuem funções importantes na decoração de um estúdio de Pilates. Além de permitir que os alunos enxerguem a execução do próprio movimento, os espelhos criam a sensação de amplitude no espaço e contribuem positivamente com a decoração.

Agora, analise o espaço cuidadosamente, para que os espelhos não ofereçam riscos de quebrar e ferir os alunos. Evite, por exemplo, guardar acessórios em armários sobre os espelhos. Observe também a distância dos alunos para os espelhos, durante a execução dos exercícios.

7. O piso do estúdio influencia na prática do Pilates com segurança. Escolha com cuidado

A escolha do piso é uma etapa que não pode passar despercebida. Ele precisa ser, pelo menos, resistente e antiderrapante. Para a parte do trabalho de solo, ter um bom nível de amortecimento. Assim, os pisos de borracha são boas opções e ainda podem combinar com o ambiente.

Fique atento à gramatura, para que não acabe instalando pisos finos demais e que não sejam confortáveis e seguros. Especialmente na área utilizada para a prática do Pilates no solo. Ah, leve em conta também a facilidade de higienização.

8. Faça a limpeza e higienização frequentes

Quando a gente fala em aula de Pilates com segurança, não significa apenas evitar acidentes, mas, também, promover ao aluno um ambiente limpo, isento de riscos de contaminações. Por isso, a limpeza e higienização possuem função crucial.

Utilize produtos de limpeza neutros, sempre que possível, para evitar riscos de alergias. Mantenha borrifadores com estes produtos, espalhados pela sala para que os próprios alunos possam utilizá-los quando desejarem.

9. Faça uma anamnese completa

Quando o aluno chegar a seu estúdio em busca de aulas de Pilates, submeta ele a uma entrevista detalhada. Assim, procure saber o histórico de movimento, seus objetivos com o Pilates, se possui alguma limitação ou lesão, se possui algum sintoma recorrente. Além disso, busque informações sobre alergias, uso de medicações e afins.

Se você adota uma entrevista inicial bem-feita, consegue fazer um filtro delineado sobre o perfil de cada aluno. Essa informação vai te guiar na elaboração do programa de exercícios. Além disso, se o aluno demandar competências que estão fora de seu escopo de prática, você poderá encaminhá-lo para o profissional adequado.

10. Ouça seus alunos. Eles vão te ajudar a oferecer Pilates com segurança em todos os sentidos

Por fim, procure ouvir seus alunos. Não apenas em relação à satisfação deles quanto às aulas e aos resultados, mas também quanto ao estúdio e ao seu serviço em geral. Assim, faça pesquisa de opinião, pergunte sobre as instalações, peça opinião sobre como se sentem.

Certamente, podem vir à tona questões que você nem imaginou. E para que a comunicação fique clara desde o início, apresente, logo no ato da matrícula, as regrinhas da casa, por escrito, e solicite a assinatura do aluno no final. Deixe uma cópia com ele e a cópia assinada nos seus arquivos.

As demandas e questões importantes para os dois lados devem estar sempre muito bem definidas. Este contrato de prestação de serviço deve ser estabelecido desde o começo, evitando qualquer desconforto entre ambas as partes.

, , , , , , , ,
Post anterior
Quem pode ser instrutor de Pilates no Brasil?
Próximo post
Conheça os melhores acessórios do Reformer

Mais Posts:

1 Comentário. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu

Pin It on Pinterest

Share This