Pilates para idosos melhora funções e qualidade de vida

Pilates para idosos melhora qualidade de vida

O envelhecimento é um fenômeno natural, gradual, complexo e irreversível, que provoca perda funcional gradativa. As alterações orgânicas são muitas. Há redução do equilíbrio, da mobilidade, da capacidade circulatória e respiratória, mudanças psicológicas, e esses são apenas exemplos. A inserção da atividade física na terceira idade é elemento valioso de melhoria da qualidade de vida e da promoção da independência funcional. Em tempos de isolamento social, o Pilates para idosos é um diferencial na manutenção da saúde e do bem-estar desse público tão especial.

Pilates para idosos é melhor opção

Pilates para idosos é melhor opção

É considerado idoso toda pessoa com 60 anos ou mais. De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui mais de 28 milhões de pessoas dentro dessa faixa etária, número equivalente a 13% da população total brasileira. O estudo do órgão acerca da projeção da população para as próximas décadas, divulgado em 2018, apontou ainda que esse número deve dobrar. Ou seja, lá para 2043, um quarto da população brasileira será composta por idosos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que doenças crônicas, como as cardiovasculares, o diabetes e o câncer, respondem por mais de 70% dos óbitos no mundo. No Brasil, quase 40% dos idosos apresentam algum tipo de doença crônica, segundo o Ministério da Saúde. Resumindo a história, a população na terceira idade está muito mais vulnerável à incidência dessas doenças crônicas e enfermidades em geral. Nesse contexto, a adoção de atitudes preventivas e impulsionadoras da saúde na terceira idade apresenta-se como imprescindível. E uma dessas ações é justamente a atividade física para idosos.

Benefícios da atividade física para idosos

As capacidades e habilidades na terceira idade estão diretamente associadas ao estilo de vida do idoso eleita no decorrer da vida. Mas isso não é uma sentença para o indivíduo. É plenamente possível, e a ciência já comprovou isso, recuperar funções e conquistar melhorias na saúde. Mesmo para aqueles que já apresentam alguma enfermidade e iniciaram seus exercícios físicos tardiamente. Mudar o estilo de vida vai implicar na transformação nos quadros gerais clínico e físico do idoso.

As dinâmicas com idosos vão além da relação com as doenças. Elas podem proporcionar uma longevidade com muito mais possibilidades e oportunidades de vivências e experiências. A prática de atividade física para idoso é associada a benefícios diversos, a exemplo da força, resistência muscular, flexibilidade e capacidade cardiorrespiratória. Além disso, some-se a essa lista equilíbrio, coordenação motora, agilidade, concentração e aptidão física geral.

Na prática, isso significa que o idoso terá um desempenho muito melhor nas atividades rotineiras. O idoso vai conquistar mais autonomia e independência na realização de suas tarefas. Essa evolução ainda vai contribuir para a prevenção dos acidentes domésticos, tão comuns nessa idade, como as quedas. E sem contar que a avaliação pessoal de sua autoimagem e a disposição irão melhorar significativamente, quando o idoso começar a perceber esses avanços.

Pilates para idosos: por que é a melhor opção?

O Pilates é um método centenário, com eficiência cientificamente comprovada, que trabalha a integralidade do corpo e desperta os músculos estabilizadores, responsáveis pela organização da totalidade dos movimentos do corpo. O Pilates associa a realização dos exercícios ao controle e desenvolvimento da respiração, o que acrescenta inúmeros benefícios em todas as áreas corporais, de dentro para fora, e da cabeça aos pés. A introdução do Pilates para idosos promove melhorias significativas às funções fisiológicas e também às relativas à resistência muscular, equilíbrio, postura, mobilidade e agilidade e ainda restabelece importantes funções.

Os exercícios propostos pelo Pilates alongam e fortalecem a musculatura. O método utiliza a resistência do próprio corpo para ampliar os níveis de dificuldade e potencializar os resultados. Também conta com o suporte de inúmeros aparelhos, desenhados cuidadosamente, para auxiliar a prática, permitindo que ela seja acessível a todos. O Pilates para idosos auxilia na conquista de capacidade física e funcional, trazendo autonomia e satisfação.

Pilates para idosos melhora qualidade de vida

Pilates para idosos melhora qualidade de vida

Os resultados e benefícios do Pilates para idosos são realmente animadores e influenciam na qualidade de vida . O Pilates pode reduzir a acentuação da curvatura da coluna, provocada pelo processo de envelhecimento, e devolver a amplitude na execução dos movimentos pelo idoso.

A prática também é relacionada à melhora das funções cognitivas, do raciocínio, da noção de espaço, da melhora da marcha, do equilíbrio e da agilidade no desenvolvimento de atividades habituais. Outro ponto positivo é que o Pilates promove a interação social e tira o idoso do isolamento, colocando-o em contato com pessoas de diferentes e permitindo que ele faça novos amigos.

Pilates: como inserir as dinâmicas para idosos

Nem sempre é fácil incluir atividade física na rotina do idoso. Alguns podem demonstrar resistência e se recusar inicialmente a praticar os exercícios. É importante usar os argumentos adequados e mostrar para ele o tanto de melhorias que ele pode conquistar com a prática regular do Pilates. Idosos adeptos de um estilo de vida mais sadio tendem a enfrentar o envelhecimento com mais autonomia e, consequentemente, mais alegria.

O diálogo é sempre a melhor forma de convencimento. Como o Pilates é uma atividade que apresenta resultados rápidos, esse será um diferencial. Você só precisa dar apoio ao idoso para abraçar essa ideia e fazer com que ele acredite na capacidade de se tornar mais ativo e mais produtivo. Após o início dos exercícios, com o decorrer do tempo, ele próprio passará a enxergar a evolução e as melhorias implementadas em seu dia a dia.

Ao perceber que seu nível de aptidão física e de saúde cresceram, a tendência é que ele se automotive para continuar com a prática. O Pilates vai se transformar em uma atividade prazerosa. O idoso se sentirá mais produtivo, pois terá compromissos e horários a cumprir, e também se sentirá muito mais ativo, já que a sensação constante de cansaço será transformada em vitalidade e disposição.

Participação familiar

A família vai exercer um papel fundamental em todo o processo de inserção dos exercícios de Pilates para idosos. Não apenas no momento de incentivar o início da prática, mas de demonstrar para ele que está percebendo a melhora e exaltar os resultados. Com a evolução da mobilidade, flexibilidade, equilíbrio e força muscular, o familiar pode, inclusive, incluir novas tarefas na rotina do idoso, sempre respeitando suas limitações.

Importância do Pilates para idosos em isolamento social

Além de promover limitações físicas, o isolamento social pode desencadear ou agravar transtornos mentais, como ansiedade e depressão, especialmente entre os idosos. O cuidado com esse público, nesses casos, deve ser maior. O desequilíbrio emocional e o estresse causados pelo confinamento podem acelerar o processo de envelhecimento, levando ao surgimento de doenças e sintomas físicos. O Pilates para idosos se torna ainda mais indispensável.

A situação de confinamento social é bastante limitativa para o idoso. A fase em que ele mais precisa usufruir dos benefícios da atividade física normalmente coincide com o período em que ele menos se movimenta. Essa equação não bate. Já falamos aqui por que o Pilates é a atividade física mais indicada para o idoso. E são justamente esses motivos que justificam a maior importância de sua prática para os idosos que vivem isolados em suas casas.

Em períodos de confinamento social forçado, a exemplo do ocorrido com a pandemia causada pelo coronavírus, há alternativas bem interessantes, como a aula de Pilates online. Muitos profissionais se adaptam a esses períodos e oferecem treinos a distância, o que facilita a manutenção do corpo em atividade mesmo dentro de casa. Fato é que a distância ou presencial, as aulas de Pilates são a melhor opção para manter nossos idosos ativos, saudáveis, produtivos, e, consequentemente, mais felizes.

, , , , ,
Post anterior
Workshop de Pilates acontece no RJ, PE e SP em novembro
Próximo post
Como escolher os aparelhos de Pilates para seu estúdio

Mais Posts:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu

Pin It on Pinterest

Share This