Pilates ajuda na formação do corpo do bailarino

Pilates ajuda na formação do corpo do bailarino

Na formação do corpo do bailarino, controlar o centro é a chave para evitar lesões e utilizar a potencialidade máxima

Por Selma França*

Joseph Hubertus Pilates nasceu na Alemanha, em 1880. Quando criança, sofria raquitismo, febre reumática e asma, o que o levou a praticar exercícios físicos. Assim, praticou técnicas orientais e ocidentais de movimento, incluindo a yoga. Ele trabalhou tanto em seu condicionamento, que, aos 14 anos, serviu como modelo de quadros de anatomia.

Na primeira grande guerra, Joseph Pilates serviu como enfermeiro nos campos de refugiados na Ilha do Homem (Isle of Man), na Inglaterra. Foi lá que ele começou a experimentar exercícios com as molas das camas de hospitais (que no futuro se tornou sua grande invenção). Seus pacientes eram os feridos da guerra, que sofriam de doenças advindas da imobilidade. Assim, ele percebeu que os pacientes submetidos a exercícios, curavam-se mais rapidamente que aqueles que ficavam sem exercitar-se.

De acordo com a literatura, o campo de prisioneiros onde Joseph Pilates ficou, não foi acometido pela epidemia de gripe chamada Influenza. A doença dizimou os campos de refugiados na época.

Contrologia

Nesse período, pois, ele começou a criar seu sistema de exercícios originais, que logo denominou Contrologia (“A Ciência do Controle”). Portanto, foi nessa época que ele desenvolveu aparelhos de mecanoterapia. Estes ajudavam as pessoas a realizarem exercícios que comumente não conseguiam sem a ajuda dos aparelhos. No final da guerra, Joseph Pilates migrou para os Estados Unidos. Já nesse país, desenvolveu o seu método para auxiliar na formação do corpo do bailarino, além de aplicá-lo em atletas e sua esposa, Clara, enfermeira.

Pilates criou um sistema em que a base era a integração do corpo, mente e espírito, promovendo equilíbrio e harmonia por meio dos exercícios físicos. O Método Pilates tem ênfase em exercícios respiratórios, despertando os músculos profundos, aqueles que estabilizam a coluna e as articulações do corpo, a exemplo, do transverso abdominal e os multífidos.

O transverso abdominal, em interação com o diafragma, o assoalho pélvico e os abdominais superficiais formam o power house  (casa de força). Atualmente, outro termo também muito utilizado é o core control, ou controle do centro.

Propósitos de Joseph Pilates

Os propósitos de vida de Joseph Hubertus Pilates eram voltados para uma alimentação sadia e prática de exercícios. Talvez por possivelmente ter sido filho de uma naturopata e de um pai ginasta e praticante de diversas modalidades de exercício físico. Seus princípios eram, segundo o Guia da Aliança Mundial de Pilates (PMA GUIDE):

  1. Saúde integral do corpo: poderia ser alcançada através de exercícios, de uma dieta adequada, boa higiene e bom sono. Além de bastante luz solar e ar fresco e equilíbrio entre trabalho, recreação e descanso.
  2. Engajamento total do corpo: para obter as realizações mais elevadas do corpo dentro do escopo das nossas capacidades em todos os aspectos da vida, devemos nos esforçar constantemente. Assim, desenvolveremos corpos fortes e saudáveis e elevaremos nossas mentes ao máximo das nossas habilidades. Ou seja, o engajamento total do corpo é a disciplina total e física, a ética no trabalho e uma atitude em relação a si mesmo. Assim, é possível assume o estilo de vida necessário para alcançar a saúde integral do corpo.
  3. Respiração: acima de tudo, aprenda a respirar corretamente, ar para dentro e ar para fora, expire completamente. Porque o trabalho respiratório que gera o fortalecimento dos músculos abdominais, que são a base dos exercícios do método Pilates. A respiração é parte integrante do funcionamento geral do corpo. Ela aumenta a capacidade volumétrica, oxigenação e outras mudanças fisiológicas. A inspiração e expiração consistente e plena ajudam o sistema circulatório a nutrir todos os tecidos do sangue rico em oxigênio, eliminando impurezas e subproduto do metabolismo. Pilates chamava esse mecanismo de limpeza de “internal shower”, que revigora e rejuvenesce a mente e o corpo.

Princípios básicos na formação do corpo do bailarino

O trabalho de Joseph Pilates inclui alguns princípios básicos indispensáveis e comuns aos bailarinos: concentração, controle, precisão, integração, centralização, fluxo do movimento, respiraçãoe ritmo, além de disciplina diária.

Em 1991, Alice Becker Denovaro, bailarina profissional, trouxe o método Pilates para o Brasil. Anteriormente, ela havia praticado e estudado o método por dois anos na Califórnia, onde fez seu Mestrado em Dança e sua formação e certificação em Pilates, conseguindo também se reabilitar completamente de uma lesão grave no joelho.

Depois do Pilates, Alice conseguiu melhorar significativamente a sua performance, tornando-se, portanto, uma das solistas da companhia do Balé do Teatro Castro Alves. Ela havia percebido como o Pilates era eficiente na formação do corpo do bailarino e passou então a utilizar o método com esse grupo de profissionais, além de outros bailarinos independentes da sua cidade.

Assim, no bairro da Federação, na Bahia, Alice Becker montou o primeiro estúdio de Pilates do Brasil. Posteriormente, o método se disseminou por todo o Brasil, quando Alice criou a Physio Pilates, empresa pioneira no método no País, tanto na formação de professores como na fabricação de equipamentos de Pilates.

* Selma França é Educadora PHYSIO PILATES – POLESTAR, Formada em licenciatura em Dança e Bailarina Profissional -UFBA. Pós-Graduada em Clínica de Dor pela UNIFACS.

, , , , ,
Post anterior
Cinesioterapia: saiba tudo sobre a terapia do movimento
Próximo post
A Dinâmica da Pelve

Mais Posts:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu

Pin It on Pinterest

Share This