Como melhorar o desempenho no ciclismo com Pilates

Como melhorar desempenho no ciclismo com Pilates

O ciclismo é baseado na repetição de movimento, que utiliza a bicicleta como meio de locomoção. É uma atividade muito democrática em relação à idade, pois possui um grande público, de crianças a idosos. Dá para investir no ciclismo apenas por diversão, apostar na prática como atividade física ou investir na modalidade esportiva e competir profissionalmente. Independente da intenção, é possível melhorar desempenho no ciclismo com o Pilates.

No ciclismo para lazer ou esporte, o indivíduo precisa dominar o próprio corpo e se equilibrar sobre duas rodas, para controlar o deslocamento da bicicleta. Por sua vez, o ciclismo para atividade física é normalmente praticado indoor, chamado spinning, em locais como academias e studios, em que não é necessário saber andar de bicicleta, já que as rodas do equipamento são substituídas por um suporte que a deixa presa ao chão.

Porém, seja para conquistar índices melhores ou apenas para pedalar com mais qualidade e eficiência, o Pilates pode ajudar.

Quais os benefícios do ciclismo?

Primeiramente, é importante enumerar os inúmeros benefícios que o ciclismo proporciona na vida das pessoas. Andar de bicicleta exige um trabalho forte de várias partes do corpo, especialmente da região abdominal e lombar, glúteos e membros inferiores. Mas não é só isso. Se for analisar a biomecânica do movimento inteiro, praticamente todo o corpo faz esforço em intensidades variadas a cada pedalada.

O ciclismo é uma atividade aeróbica, que acelera o metabolismo. É uma alternatividade para quem busca a perda de peso, por exemplo. A atividade fortalece a musculatura dos membros inferiores, aumenta a resistência muscular, a força e a capacidade cardiorrespiratória, ajuda a diminuir os sintomas de estresse e ainda serve como meio de transporte. Resumindo, o ciclismo melhora a qualidade de vida e a saúde em geral das pessoas.

Outra característica importante do ciclismo é que ele oferece pouco risco às articulações, já que todo o impacto oriundo dos movimentos e manobras são absorvidos pela bicicleta. Ou seja, a bike é que recebe primeiramente as pancadas. Então, se você possui restrições para correr a praticar esportes que exijam a corrida, a bicicleta é uma excelente alternativa.

Modalidades do ciclismo

Saiba como melhorar desempenho no ciclismo com Pilates

O ciclismo enquanto esporte possui diversas modalidades. Cada uma delas utiliza um modelo específico de bicicleta e exige técnicas e habilidades diferentes.

O ciclismo de estrada possui percursos longos, e sua prática, como o próprio nome já indica, ocorre em estradas. Exige muita resistência do praticante, mas, por outro lado, oferece a contemplação de muitas paisagens lindas pelo caminho. Utiliza as bikes chamadas speed em competições individuais ou coletivas.

Na BMX, valem as manobras radicais. Ou seja, o praticante precisa de muita técnica, equilíbrio, força, para construir as manobras de forma eficiente e não sofrer lesões. Existe a BMX Racing, competição em que os praticantes precisam enfrentar pistas com obstáculos. Também há a BMX Freestyle, em que as manobras radicais passam pela avaliação dos juízes.

A marca do mountain bike é aventura e adrenalina. Os atletas enfrentam muitas condições adversas em ambientes abertos de trilhas. Aqui requer muita precisão e controle. Há provas em que vence o primeiro a chegar ou aquele que fizer certo percurso em menos tempo, depende da competição.

Por fim, o ciclismo de pista é a modalidade realizada em circuitos fechados. Os ciclistas saem juntos, em perseguição, e ganha aquele que completar o percurso primeiro. Existem tipos distintos dentro dessa modalidade, como sprint, steam sprint, keirin e perseguição de equipes.

Para saber mais sobre o ciclismo e suas modalidades, basta acessar o site da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

De que forma é possível melhorar o desempenho no ciclismo com Pilates?

Melhore o desempenho no ciclismo

O Pilates é muito versátil. Em razão da sua imensa gama de movimentos e indicações, o método é facilmente adaptável para objetivos específicos e populações diversas. Assim, também é possível encontrar, dentro do método, alternativas de treinos específicas para a melhora do desempenho no ciclismo, tanto dos profissionais esportistas quanto dos que apenas gostam de pedalar, mas querem fazê-lo com mais consciência e eficiência.

No caso dos esportistas em geral, o Pilates funciona como um treinamento complementar, direcionado às necessidades específicas de sua modalidade. Especificamente em relação ao ciclismo, por exemplo, o Pilates ajuda no ganho de força e resistência muscular, no equilíbrio, na consciência corporal, na prevenção de lesões, no ganho de amplitude de movimento e na flexibilidade.

A prática do Pilates promove benefícios incontáveis ao ciclista. Além disso, não podemos esquecer que a modalidade exige muito do joelho e quadril, por exemplo. Especialmente no que se refere à repetição contínua de movimentos. Ademais, não é incomum o desenvolvimento de lesões exatamente pela execução contínua de movimentos iguais. Inclusive nisso o Pilates pode ajudar, de forma preventiva.

Se o profissional já possui alguma lesão decorrente do ciclismo, também há como adotar a reabilitação por meio do Pilates para acelerar o processo de recuperação e o retorno mais breve aos treinos e competições.

Procure um bom profissional de Pilates e converse sobre sua rotina de treino, sobre o que identifica que quer melhorar e explique seus objetivos. O Pilates será um forte aliado na melhoria do desempenho no ciclismo e da performance em qualquer modalidade esportiva.

, , , ,
Post anterior
Pilates para pacientes com câncer: saiba tudo
Próximo post
Gyrotonic no tratamento da escoliose: saiba tudo

Mais Posts:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu

Pin It on Pinterest

Share This