Cresce interesse dos homens pelo Pilates

Sr. Streeb segura uma prancha lateral em um reformer no studio Boost Pilates em Denver.

Kevin Durant, Harry Styles estão entre os fãs do método tradicionalmente praticado pelas mulheres

Por Jen Murphy Follow*

O Pilates foi anunciado por décadas como o treino que ajudaria na conquista de músculos longos e magros, como de uma bailarina. Como resultado, as mulheres costumavam frequentar os estúdios de Pilates, ao mesmo tempo em que os homens se distanciavam dele. Mas o aumento de celebridades e atletas do sexo masculino praticando e falando sobre o Pilates está ajudando a desmistificar que o método é prioritariamente para mulheres.

O astro da NBA, Kevin Durant, creditou ao Pilates o suporte na reabilitação de uma lesão no tendão de Aquiles. O jogador de linha defensiva do New York Giants, Dexter Lawrence, foi ouvido no microfone divulgando os benefícios do Pilates durante um jogo na última temporada de futebol americano. E a Exhale Pilates London postou recentemente um vídeo no Instagram de boxeadores, jogadores de futebol e estrela pop Harry Styles, com a hashtag #mendopilatestoo, ou #homensfazempilatestambém.

Sr. Streeb, em uma prancha lateral no Reformer ,no studio Boost Pilates, em Denver.
Sr. Streeb, em uma prancha lateral no Reformer ,no studio Boost Pilates, em Denver.

 

Além das celebridades, as academias estão

Joseph Pilates orienta um aluno no Barrel, em seu estúdio em Nova York, em 1961.
Joseph Pilates orienta um aluno no Barrel, em seu estúdio em Nova York, em 1961.

relatando uma mudança no proporção homem-mulher em suas aulas de Pilates. “Pilates é frequentemente associado ao alongamento”, diz Jeffrey Morris, gerente de Pilates da Equinox em Nova Iorque. Ter uma mais flexibilidade, no entanto, é apenas mais um benefício. “O método, centrado em exercícios realizados em aparelhos ou no solo, também constrói músculos gerais, equilíbrio, força e mobilidade”, diz ele.

Isso muda o foco dos músculos normalmente sobrecarregados, incluindo o peito, ombros, flexores do quadril e quadríceps, passando a incluir aqueles que são frequentemente ignorados, como os músculos dorsais, glúteos e abdominais. Isso ajuda na prevenção de lesões musculares pelo uso excessivo deles nos exercícios.

Scott Streeb, diretor de uma empresa de arquitetura paisagística de Nova York, acreditava que o Pilates seria fácil. Ele ficou chocado ao perceber suas grandes dificuldades em suas primeiras aulas. “Funciona tudo, até os micromúsculos do seu corpo que você nunca soube que existiam”, diz.

Alpinista e esquiador ávido, ele experimentou o Crossfit, treinamento intervalado de intensidade e levantamento de peso tradicional, mas sentiu que eles colocaram muita pressão em suas articulações. Depois, tentou uma aula de Pilates. O homem de 39 anos diz ter gostado do desafio físico e dos resultados em seu corpo. Quando os amigos o provocam por fazer o mesmo treino que suas esposas e irmãs, ele deu de ombros: “Eu estou melhor do que todos eles”, diz.

Raízes da Primeira Guerra Mundial

Joseph Pilates, o fundador alemão do método, foi um boxeador profissional, instrutor de autodefesa, ginasta e até artista de circo. Ele baseou sua prática em movimentos precisos e técnicas de respiração,  que fortalecem os músculos enquanto melhoram a postura, o  alinhamento e a flexibilidade.

Como um cidadão alemão vivendo na Inglaterra, o Sr. Pilates foi enviado para um campo de concentração durante a Primeira Guerra Mundial. Enquanto estava lá, ele utilizou molas improvisadas em camas de hospital para ajudar no tratamento de soldados feridos na guerra. Essas engenhocas deram origem aos aparelhos clássicos de Pilates.

Ele imigrou para os Estados Unidos na década de 1920 e abriu um estúdio de condicionamento corporal na cidade de Nova York, que rapidamente ganhou seguidores, especialmente na comunidade da dança.

Na Europa, trabalhou com atletas, policiais e oficiais do Exército interessados ​​em fortalecer seus corpos por meio de exercícios que desafiavam o equilíbrio, diz Rachel Segel, cofundadora do Pilates Centro em Boulder, Colorado.

“Em Nova York, ele ajudou bailarinos na reabilitação de lesões”, diz ela. Seu método tornou-se associado à dança e conquistou um público predominantemente feminino fora do universo da dança

Mais homens se encontrando

Com seus equipamentos e potencialidades, o Pilates tem aumentado sua popularidade. A participação geral no Pilates aumentou 10% entre 2019 e 2022, de acordo com a Associação da Indústria de Esportes e Fitness (SFIA). Quase 34 milhões de americanos praticam ioga, contra 10 milhões que fazem Pilates, aponta o SFIA.

Dan DeBaun, porta-voz do grupo de clubes atléticos Life Time Inc., afirma que 25% dos participantes do Pilates são agora homens, em comparação com 16% em 2017. Os  Clubes Equinox observaram um aumento de 47% no número de pessoas do sexo masculino nas aulas de Pilates solo em seus mais de 100 studios desde 2019, diz o Sr. Morris.

Jen Renfroe, vice-presidente sênior da rede de academias Crunch Fitness, diz que nos últimos dois anos, mais homens fizeram aulas de Pilates como complemento ao treino tradicional baseado em força ou exercícios intervalados de alta intensidade.

Ela diz que a introdução de 30 minutos de aulas híbridas, que misturam os exercícios tradicionais de Pilates com outros elementos fitness, como faixas de resistência, tendem a chamar mais atenção dos homens iniciantes. Uma aula de Pilates solo que incorpora halteres, batizada de Iron Mat, tem um nome que se torna mais atrativo aos homens, diz a Sra. Renfroe.

Pequenos movimentos, grandes benefícios

Exercícios básicos de Pilates solo, como o roll-up, onde você deita de costas e enrola a coluna em forma de C, com os dedos da mão se estendendo em direção aos dedos dos pés, parecem simples. Mas eles queimam os músculos do core.

Sr. Streeb, durante treino em seu aparelho de Pilates preferido, o Reformer
Sr. Streeb, durante treino em seu aparelho de Pilates preferido, o Reformer

Tom Cook lembra de seus músculos tremendo quando ele tinha que deitar de costas e manter os joelhos acima do peito durante sua primeira aula em 2016. “Me senti mais desafiado do que desanimado”, diz o Sr. Cook, 59, um padre episcopal em Edina, Minn. “Isso me mostrou a importância de se ter uma musculatura do core forte”.

Ele frequenta aulas duas vezes por semana em sua academia Life Time e diz que agora anda com o corpo mais ereto e se sente mais ágil. Embora estivesse acostumado a ser o único homem na aula, esse número aumentou para quatro nos últimos anos.

A maioria das aulas de ginástica em grupo estão incluídas na sua taxa de matrícula, mas para fazer Pilates, Sr. Cook paga uma taxa extra.

Chris Farnsworth foi um advogado que descobriu o Pilates quando teve uma lesão nas costas em 2018. Ele gostou tanto do método, que se tornou cofundador do LiveMetta, um estúdio de Pilates com seis sedes no sul da Califórnia. Segundo ele, os aparelhos de Pilates adicionam resistência ao mesmo tempo em que fornecem estabilidade, então os exercícios pode ser realizados com segurança por idosos e pessoas com lesões.

Nos últimos dois anos, houve um aumento de 10% no número de participantes do sexo masculino em seus studios. “Existe um vínculo tácito quando você vê outro homem no estúdio”, diz. “É como se estivéssemos sabendo desse treino secreto que te deixa forte e te faz se sentir bem. Mas com mais homens, especialmente atletas, finalmente falando sobre como o Pilates é maravilhoso, esse segredo não durará por muito mais tempo”, afirma.

* Artigo originalmente publicado no jornal norte-americano, The Wall Street Journal. Tradução livre.

+Q Pilates, Physio Pilates, Pilates, Pilates para homens, Revista Mais Que Pilates, Treino de Pilates
Post anterior
Aprenda a manter aparelhos de Pilates sempre novos
Próximo post
5 fatos sobre o Pilates que você precisa saber

Mais Posts:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest

Share This