Repertório Springboard ou Prancha de Molas – Parte III

Dando continuidade ao divertido e eficiente repertório Springboard ou Prancha de Molas, trouxe mais algumas ideias de exercícios que podemos executar e ensinar aos nossos alunos neste equipamento prático, seguro e versátil.
A sequência de exercícios a seguir, tem um grau maior de dificuldade, oferecendo mais desafio na execução, sendo considerado de nível intermediário e avançado, exigindo mais controle, coordenação, força do Power House e integração do corpo inteiro.
As molas usadas para os exercícios a seguir são longas lilás com o bastão de madeira conectado nas mesmas que devem estar presas na parte superior da Springboard ou Prancha de Molas para dar assistência e resistência aos movimentos e posicionamentos do corpo no decorrer da execução.
Caso necessário para pessoas menores e/ou mais leves podemos utilizar as molas longas amarelas que é o caso da nossa aluna das fotos.
Espero que esta sequência enriqueça seu repertório e desperte boas ideias para adaptações interessantes, importantes, didáticas e divertidas no uso da Springboard ou Prancha de Molas.
Bom treino!

Exercícios:
1)Rolling like a Ball;
2)Teaser

Exercício 1: Rolling like a Ball

Posição inicial:
Sentar atrás dos ísquios de frente para a Springboard ou Prancha de Molas com joelhos flexionados em direção ao peito, pés fora do solo, segurando o bastão de madeira por fora das molas com as mãos voltadas para baixo os polegares junto.

repertorio-springboard1

Execução:
Inspire, mantenha seu corpo em formato arredondado “como uma bola” e role para trás passando quadril e pernas entre as molas, por baixo do bastão e enquanto pressiona o mesmo para baixo, mantendo o equilíbrio entre os ombros.

Expire, role para frente, mantendo o ponto de equilíbrio sem tocar os pés no solo como na foto anterior. com os dedos e braços estendidos.

 

Repetições: 5 a 10

Considerações gerais:

  • Trabalha força dos músculos abdominais, glúteos, tríceps e dorsais;
  • Promove articulação de coluna em flexão, coordenação motora, controle e equilíbrio;
  • Cuidados com encurtamentos, musculatura paravertebral muito tensa;
  • Cervicalgias, osteoporose, lesões discais, instabilidades na articulação sacroilíaca;
  • Manter braços estendidos no decorrer do exercício levar o joelho em direção à testa;

Exercício 2: Teaser

Posição inicial:
Deitada em supino, braços estendidos, mãos segurando o bastão por fora das molas com polegares por cima do mesmo que fica atrás dos joelhos com pernas estendidas para cima e pés na posição Pilates (V position).

Execução:
Inspire para preparar.
Expire, leve a cabeça para cima com queixo em direção ao peito e comece a rolar para cima vértebra por vértebra  esculpindo a musculatura abdominal em direção à coluna até ficar no teaser position.
Inspire em cima e expire rolando para o solo vértebra por vértebra até retornar a posição inicial.

 

Repetições: 5 a 10

Considerações gerais:

  • Fortalecimento para os músculos abdominais e flexores de quadril;
  • Estabilidade da cintura escapular e alinhamento da cabeça entre os ombros;
  • Os braços devem se manter estendidos, ombros organizados e estabilizados, cabeça alinhada entre os mesmos;
  • Permitir que a barra deslize atrás das pernas ao subir para o teaser;
  • Cuidados com encurtamento dos isquiotibiais;
  • Encurtamento dos flexores de quadril;
  • Para instabilidade da articulação sacroilíaca, degenerações discais e osteoporose;

Variação: Para facilitar esse exercício, deixe os pés apoiados na Springboard ou Prancha de Molas ao subir e descer o tronco.

Fiquem atentos que teremos a Parte IV com mais exercícios de nível avançado.

Agradecimento à Maria Rosa Freitas, modelo desta edição.

+Q Pilates, Atividade Fisica, bem-estar, consciência corporal, Equilíbrio, mais que pilates, Movimento, Pilates, qualidade, Revista Mais Que Pilates, Revista Online, Saúde
Post anterior
Estudo de Caso com Alexander Bohlander
Próximo post
Repertório Springboard ou Prancha de Molas – Parte IV

Mais Posts:

Pilates e Dança

Movimento, Pilates
A Dança, tem avançado na busca pela produção de conhecimento e na incorporação desses resultados no processo de construção e aperfeiçoamento do corpo do bailarino. O debate em torno dos…

Eppur si muove (no entanto se move)

Movimento, Pilates
Diz a lenda que quando Neusinha Brizola sentia vontade de fazer ginástica, ela se deitava no sofá e esperava a vontade passar. Quando nos exercitamos, estamos exercitando o sistema locomotor, aquele…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest

Share This