Como escolho me aperfeiçoar no Método Pilates?

Como aperfeiçoar no Método Pilates

A escolha para se aperfeiçoar no Método Pilates talvez seja um tema de muito interesse, especialmente quando pensamos em progredir. Assim, independente da profissão, a progressão motiva o profissional, traz reflexão, parâmetros de comparação e novas formas de pensar. E isso é sempre importante. Mas também é importante buscar orientação para escolher o que fazer.

Quando penso, por exemplo, no universo do Método Pilates no Brasil, vejo o tanto de alternativas, e como isso pode ser confuso, mesmo para os com mais experiência. No entanto, existe um lado bom, que todos podem contar com níveis diferentes, valores diferentes, duração e distância que lhes convém. Mas o que possui a maior importância e muitas vezes é menos considerado diz respeito justamente ao conteúdo.

Cuidado com as escolhas para se aperfeiçoar no método Pilates

Cursos, workshops, “formações, congressos e o que mais estiver ao alcance serão bem vindos ao longo de toda sua estrada nessa escolha profissional. Como o Sr. Pilates dizia, a Contrologia é a integração de Corpo, Mente e Espírito. E o que isso significa? Uma forma de viver a vida! Sim, com Contrologia não se brinca. Porém, você precisa olhar com cautela para esse excesso de oferta, para conseguir validar o que efetivamente funciona.

Precisa fazer sentido! Precisa trazer reflexão, fazer você sair da sua zona de conforto, sem que você se sinta no meio de um quebra-cabeça, tentando juntar as peças. No caso, exercícios que não se integram, como quem constrói uma colcha de retalhos. Ou seja, não basta fazer uma escolha qualquer, você precisa analisar essas opções, para se aperfeiçoar no método Pilates com cursos que te acrescentem, que te torne um profissional responsável e com conhecimento – teórico e prático.

Não conte com a sorte!

Você pode dar sorte, mas não conte com isso. Conte com as informações que estão a sua disposição. Procure se informar previamente. Seja um buscador de informações consistentes. Esse é um caminho responsável!

Não acumule repertórios que não conversam. Toda informação precisa de experiência, porque trabalhamos com o corpo (o seu e o do outro). Então precisamos respeitar a ordem: eu aprendo, eu pratico e entendo, depois, eu ensino! Na dúvida, opte pelos cursos Polestar Brasil, da Physio Pilates.

Essa é uma dica valiosa!

, , , , , , , , , ,
Post anterior
Transtorno do Espectro Autista: o Pilates como aliado no tratamento
Próximo post
Pilates para além das aulas

Mais Posts:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu

Pin It on Pinterest

Share This