Diálogos +Q: Pilates clássico e contemporâneo

pilates clássico e contemporâneo

Os profissionais que trabalham com Pilates precisam ter muita clareza acerca das diferenças e semelhanças entre Pilates Clássico e Contemporâneo. Para ampliar o debate e pontuar essas questões, a seção Diálogos +Q traz uma coletânea de vídeos com dois importantes ícones do método no Brasil, Aline Haas e Alice Becker

As profissionais conversam sobre o tema e apontas as semelhanças e diferenças entre o Pilates Clássico e Contemporâneo. No primeiro vídeo, Aline e Alice inauguram a série de diálogos. Alem disso, explicam o objetivo do projeto. A proposta é fazer trocas e partilhar as novas descobertas, tanto na teoria quanto na prática, em prol da oferta de um Pilates de qualidade.

Diálogos +Q parte I – Inauguração da série

 

Diálogos +Q parte II – Conceitos do Pilates Clássico e Contemporâneo 

O debate do conceito acerca do Pilates Clássico e Contemporâneo começa a partir de seus conceitos, nesse primeiro vídeo da coletânea. A ideia é promover uma troca de ideias e experiências, a fim de que seja possível entender melhor as diferenças e semelhanças das linhas de Pilates definidas pela comunidade, ou seja, clássica e contemporânea.

Assim, o Pilates Clássico, como explica Aline Haas, traz o repertório de exercícios e equipamentos originais de Joseph Pilates. Esse repertório chegou ao Brasil por meio de seus elders, ou seja, das pessoas que estudaram diretamente com Joseph Pilates. Por exemplo, a Romana Kryzanowska, mentora de Aline Haas, tendo esta participado da sua primeira turma no Brasil.

Portanto, o Pilates Clássico preza honrar com exatidão os ensinamentos de Joseph Pilates, reproduzindo os exercícios que ele criou e o uso dos aparelhos da forma como ele fazia.

Contemporâneo

Por sua vez, o Pilates contemporâneo é a linha adotada, por exemplo, por escolas como a Polestar. Trata-se da linha que traz adaptações e modificações dos exercícios originais, mas com fundamento científico. Ou seja, o Pilates Contemporâneo apresenta justificativas para essas modificações, para que o profissional compreensa o porquê daquela mudança.

As inovações que o Pilates Contemporâneo traz, baseiam-se no raciocínio crítico. Assim, o profissional poderá compreender, por meio da neurolinguística, fisiologia e biomecânica, por exemplo, a razão de o exercício ser feito daquela forma, o seu objetivo e para que ele é indicado. Tudo isso com base em uma progressão de ensino de movimento e treino motor.

Confira então o vídeo apresentando, na teoria, as principais diferenças e semelhanças entre Pilates Clássico e Contemporâneo.

Diálogos +Q parte III – Pilates Clássico e Contemporâneo na prática

E na prática? Como será que as linhas se comportam para execução de um exercício com mesmo objetivo? No vídeo abaixo, você vai compreender a prática das duas linhas para um mesmo exercício, é só clicar para assistir .

Gostou? Tem mais Diálogos com Alice e Adriana Trotta. Conta para gente nos comentários o que achou.

, , , , , , ,
Post anterior
Pilates para pessoas com nanismo: saiba tudo
Próximo post
Passos simples para entrar no clima do Natal

Mais Posts:

1 Comentário. Deixe novo

  • Diogo Loiola
    27/09/2018 8:06 pm

    Muito bom!! Ótimo projeto! Hoje em dia, realmente existe essa “competição” e também um dificuldade de entendimento por parte dos profissionais quanto a diferença de cada conceito.
    O melhor de tudo é sabermos que tudo é PILATES, e a ideia é mantermos a qualidade do movimento sempre!!!

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu

Pin It on Pinterest

Share This