quanto cobrar por uma aula de pilates

Quanto cobrar por uma aula de Pilates?

Por acaso você sabe quanto cobrar por uma Aula de Pilates? Espere um pouco para responder, não queremos o primeiro valor que vier à sua cabeça. Infelizmente, muitos profissionais ainda utilizam o método do “achômetro” para definir o preço de suas aulas

No entanto, isso está muito errado e coloca em risco todo seu trabalho de formação em Pilates! Quer aprender como estabelecer um preço justo e que ainda te dá uma boa margem de lucro? Confira nosso passo a passo detalhado. 

Quanto cobrar por uma aula de Pilates: como calcular seu custo?

Entender quanto cobrar por uma aula de Pilates tem tudo a ver com seus custos, o mercado e a concorrência. Para entender exatamente quanto cobrar e até quando aumentar o valor das aulas, é importante seguir as dicas abaixo. 

1. Custos fixos do Studio

Para saber quanto cobrar por uma Aula de Pilates você precisa primeiro saber quanto gasta para realizar esse serviço. Alguns custos de um studio são fixos, ou seja, você os paga periodicamente. 

Profissionais inexperientes que acabaram de iniciar a carreira solo na área frequentemente cometem o erro de esquecer de contabilizar seus custos fixos. Entre eles é importante incluir: 

  • Aluguel do espaço; 
  • Contas (água, telefone, luz, internet, etc); 
  • Limpeza; 
  • Materiais de escritório, copos para água, entre outros; 
  • Parcelas de financiamento de equipamentos. 

Nossa recomendação é fazer uma planilha com todos esses custos detalhados. Depois de somá-los você terá uma noção de quanto gasta mensalmente para manter seu Studio de Pilates aberto. Agora basta calcular a quantidade de alunos que pretende atender para saber qual valor mensal será necessário para cobrir suas despesas. 

Talvez pareça um processo chato, mas é importantíssimo para entender quanto cobrar por uma Aula de Pilates e não sair no prejuízo. 

2. Custos variáveis

Nas aulas do curso de administração os alunos aprendem a calcular custos fixos e variáveis para determinar o preço de um serviço ou produto. O mesmo se aplica ao Studio de Pilates que também possui custos variáveis. 

Ao contrário dos fixos, eles variam bastante de acordo com o período e nem sempre conseguem ser previstos. Entre esses custos é possível incluir: 

  • Manutenção de peças e equipamentos quebrados (por isso, é importante escolher bem os seus aparelhos); 
  • Reformas; 
  • Campanhas de marketing (muito importante para obtenção de novos clientes); 
  • Outros. 

Se custos como esses acontecem em um mês e não ocorrem no outro, como podem ser calculados? Crie uma margem de segurança quando decidir quanto cobrar por uma Aula de Pilates. Assim, você já estará preparado para gastos que estiverem fora do seu planejamento. 

3. Quantidade de alunos

Saber quais são seus custos é o básico do básico para precificação de aulas. Entre os outros fatores que devem ser considerados é importante incluir a quantidade de alunos mensais. 

Algumas modalidades, como muitas aulas de aeróbico, conseguem incluir um grande número de alunos por turma. Assim, é possível diminuir o valor cobrado por mensalidade sem afetar muito a lucratividade do negócio. No entanto, no Pilates você tem opções… Pode optar pelo atendimento individualizado ou optar por aulas em grupo, o mais conhecido e adotado no Brasil é formato em circuito. 

Portanto, antes de decidir quanto cobrar por uma aula de Pilates lembrem-se quantas pessoas devem frequentar o Studio mensalmente. Uma quantidade menor de alunos significa mensalidades mais altas. 

4. Custos de equipamentos e manutenção

Quando montar seu Studio de Pilates recomendamos buscar os equipamentos de melhor qualidade. Mesmo que seus custos sejam um pouco superiores, eles têm maior tempo de vida útil. Isso é um investimento que você precisa lembrar ao decidir quanto cobrar por uma aula de Pilates

Todo investimento precisa ter um tempo de retorno para o investidor. O mesmo ocorre com os equipamentos. Seu custo deve ser incluído nas mensalidades ou valor hora/aula para conseguir o retorno adequado. 

5. Valor cobrado pela concorrência

Em um mundo ideal o profissional de Pilates poderia determinar o preço somente pelos seus custos e margem de lucro desejada. No entanto, ainda existe a concorrência no mercado que deve ser levada em conta. 

Antes de fechar um valor mensal ou por aula para seus alunos, pesquise outros studios. O valor que você definiu foi muito abaixo ou acima de negócios similares ao seu? Nesse momento também é importante considerar a diferença entre seu espaço e os concorrentes

Você consegue aumentar o valor cobrado em relação à concorrência quando possui algo a mais para oferecer ao cliente. Isso pode ser através de formação especializada, outras modalidades no espaço, como o CoreAlign, qualidade dos equipamentos, conforto, estacionamento, entre outros diferenciais. 

Conseguiu entender o que considerar ao determinar quanto cobrar por uma aula de Pilates? Agora é só  colocar as mãos na massa e iniciar seus cálculos. Estabelecendo um preço justo e que cubra seus custos fixos e variáveis as chances de sucesso na empreitada são altas! Esperamos que as dicas possam ajudar… Desejamos muito sucesso para o seu negócio! 

, , , ,
Post anterior
Como ter um Studio de Pilates pequeno?
Próximo post
Como conquistar mais alunos para o studio de Pilates?

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu