+Q Pilates…. Uma revolução histórica do movimento humano

Por Alice Becker

Quanto mais profundamente mergulho nos ensinamentos de Clara e Joseph Pilates, esses seres iluminados e muito à frente de seu tempo, mais nítidas ficam as conexões com o momento histórico que viveram, revolucionário nas áreas da ciência, da arte, do comportamento e do movimento humano.

O legado do nosso querido casal, que se dedicou inteiramente a promover a vida e a saúde através do movimento consciente e integrado de corpo, mente e espírito, tem papel de liderança em uma forte mudança de paradigma que a sociedade moderna vem experimentando. Estamos assim como sociedade internacional em processo de reconhecimento formal da importância do movimento para a Saúde Integral do Corpo, um dos três princípios fundamentais do Pilates.

Joseph Pilates, ou Joe como era chamado pelos amigos, segundo registros históricos em livros,filmes, artigos e em relatos de seus alunos, pesquisou yoga e anatomia, praticou lutas e trocou constantemente com artistas da dança, do teatro e do circo. Absorveu conceitos e repertório destas e de outras diversas vivências de movimento e desenvolveu ao longo dos anos um trabalho corporal,que ele em vida denominou Contrologia, mas, que posteriormente, se consolidou como o Método Pilates.
Vemos um claro exemplo da influência dessas suas pesquisas, no Pilates Mat, com seus exercícios executados no solo, refletindo posições e movimentos da yoga. Da mesma forma, em um filme antigo realizado no studio de Joe Pilates, o vemos corrigindo a organização corporal de uma cliente enquanto executa exercícios em pé, com passos que pertencem ao repertório do balé clássico.

Além destes, vemos o quanto a Contrologia foi influenciada por outros métodos e técnicas originados por gênios criadores quea antecederam e também por outros que conviveram no mesmo período histórico de Joe e Clara Pilates.

Alguns dos predecessores do Pilates como Francoise Del Sartre, James SteeleMacKaye e There Elza Gindler influenciaram diferentes mestres contemporâneos de Joe, de conhecidas abordagens somáticas como Rudolf Laban, LilyEhrenfried e Frederick M. Alexander.

A cada vivência que faço nestes sistemas de movimento tradicionais, alternativos ou holísticos, descubro as intersecções dos discursos entre essas mentes brilhantes e compreendo melhor a origem e o quanto ainda existe para ser descoberto, elaborado e digerido sobre os ensinamentos do mestre do Pilates.

Com suas diferenças metodológicas e incríveis semelhanças filosóficas e de repertório, estes sistemas estão todos conectados pelo elemento da consciência corporal e pela compreensão da existência de uma integração de todos os nossos corpos.
Este conceito holístico está registrado neste trecho do livro “The Use of The Self ” de F. M. Alexander: “….o conhecimento mais valioso que se pode possuir é o do uso e funcionamento de si mesmo…”;

Também está no início de“Return To Life Through Contrology”, quando Joseph Pilates diz: “Condicionamento físico é o requisito número um para nossa felicidade. Nossa interpretação de condicionamento físico é a obtenção e manutenção de um corpo uniformemente desenvolvido com uma mente sã, plenamente capaz de desempenhar nossas muitas e variadas atividades diárias com naturalidade, facilidade, satisfação e prazer espontâneo.”

Esta mesma visão integrada aparece no livro “Da Educação do Corpo ao Equilíbrio do Espírito” de Ehrenfried, que estabelece uma ponte entre o psíquico e o somático dos indivíduos. Nele, a autora defende a reeducação tanto do aparelho locomotor, como de todas as funções corporais, iniciando pela respiração e finalizando por abordar em seu último capítulo a modificação do estilo de vida. Ehrenfried,assim como sua mestra Gindler, nunca deu nome ao seu método. Seus discípulos mais tardiamente o batizaram de Ginástica Holística e a consideraram fonte inspiradora das ginásticas suaves. Um desdobramento de seu trabalho bastante conhecido foi a Anti-ginástica, de sua seguidora Therese Bertherat.

Muitos discípulos de Gindler se espalharam pela Europa e EUA recriando seu trabalho e influenciando o surgimento de novas técnicas e métodos de integração de mente-corpo, a exemplo de Carola Speadscom foco no “BreathWork”, Charlotte Selver com “SensoryAwareness”, além dos psicanalistas Erich Fromm e Wilhelm Reich e o próprio MoshéFeldenkrais.Estes mestres semearam uma revolução filosófica no estudo do movimento humano, seja na área artística, na de fitness ou na clínica.

O método Pilates se destaca em meio a esta revolução conceitual, por encantar e comunicar massivamente com o corpo e alma da sociedade mundial.

Objetivo e disciplinado como a cultura alemã que lhe deu berço, Joe teve o impulso norte americano adicionado à sua receita e criou essa febre que atravessa os cinco continentes, atraindo tanto os que contém os gestos e as emoções, como os que tem como base cultural o toque, a exposição do corpo e a expansividade.

É necessária uma pesquisa mais aprofundada para entendermos melhor o porquê deste fenômeno, mas suponho que uma forte contribuição seja o fato de Pilates reunir harmonicamente propostas antagônicas como a da ginástica de origem militar com adas ginásticas suaves. Além disso, Joe, Clara e todos que deram continuidade às suas ideias, conseguiram também fazer uma ponte entre o pensamento ocidental e o oriental acerca do movimento, “traduzindo” em linguagem acessível para o nosso lado do planeta, conceitos milenares orientais essenciais.

Seus equipamentos são um outro elemento responsável por este lugar de liderança e referência. Eles facilitam muito o aprendizado motor, despertando o interesse não somente dos experts e amantes do movimento, como também dos que estão mais distantes do corpo, atraindo-os a moverem-se com inteligência, de forma segura, prazerosa, criativa, enquanto eficiente, simples e plural.

Nas últimas décadas, algumas escolas de Pilates passaram a embasar o método cientificamente para comprovar sua eficácia. Incluíram a medicina energética, ampliando as fronteiras e fortalecendo sua aprovação no meio clínico.

Coroando essa lista de suposições para o fenômeno Pilates no mundo, está a abertura deste casal genial à diversidade, sua capacidade de incluir e mesclar os métodos de movimento que estavam ao seu alcance. Eles absorveram de precursores que criaram escolas pela Europa, e depois na Inglaterra no mesmo período em que Joseph lá viveu.

Honro e sigo esta abertura à diversidade de abordagens, e acredito que assim somos mais hábeis no atendimento às diferentes populações e suas limitações, possibilidades, crenças, interesses, necessidades, desejos e especificidades. Com essa pluralidade, o suporte científico e a experiência conquistada com uma prática consistente, todos se beneficiam e incluem de forma mais abrangente, os princípios de movimento, que segundo o casal Pilates, devem estar presentes, não somente dentro da sala de aula, mas a todo instante, em nossas vidas. Afinal, o que realmente importa é oferecer a todos a possibilidade de moverem-se de forma segura e qualitativa, de transitarem pela oportunidade de autoconhecimento, integrando todos os corpos que os constituem.

Hoje, mais do que nunca, o exercício físico consciente, com foco em qualidade de movimento, vem sendo incluído na lista dos profissionais que orientam a necessidade da manutenção da saúde e do bem-estar para crianças, jovens, adultos e idosos, para os que não gostam de se mover ou para os que se movem por profissão ou por lazer.

Realizamos assim o sonho destes grandes mestres, utilizando os recursos disponíveis com consciência, ética e compromisso de manter a nossa vida em constante movimento na direção da Saúde Integral do Corpo.

Matéria original da Revista +Q Pilates: https://goo.gl/KZUw4F

, ,
Post anterior
Empreendendo em Inovações
Próximo post
Pediatras lançam guia para promover atividade física a crianças e adolescentes

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu