PILATES KIDS: DIVERSÃO EM MOVIMENTO

De acordo com Joseph Pilates, o sistema de exercícios que desenvolve o corpo juntamente com o controle da mente, chamado de Contrologia, deveria ser aplicado na infância, estendendo-se gradual e progressivamente até a maturidade.

Como profissional de educação pelo movimento e para o movimento de saúde integral do corpo, venho propor que a introdução do Pilates na infância priorize caminhos lúdicos, criativos e de autoconhecimento, através de tarefas abertas, que reconfiguram os esquemas corporais e estimulam a autonomia, capazes de desenvolver corpos fortes e alinhados com suas mentes.

Minha trajetória como professora, sonhadora de formas emancipatórias de ensino-aprendizagem começou acompanhando vários educadores do ensino fundamental, em uma escola da rede pública, quando ainda era criança. No ensino médio, ingressei no curso de magistério e conheci os escritos de umas das maiores referências da Educação, Paulo Freire, que defende práticas pedagógicas de Autonomia e Apropriação do Saber através de práticas progressistas. Pensamento muito atual e aplicado nas escolas que adotam a filosofia sócioconstrutivista, onde nossas crianças são protagonistas na construção de saberes.

Calçada nesse pensamento e alinhada com o ensino preconizado pelas escolas, proponho um ensino de Pilates evoluído para as crianças, com o suporte da filosofia e principios de Joseph Pilates, suporte dos princípios da minha escola de Pilates, a Polestar Pilates e influência de pensadores e pesquisadores sobre: Autonomia, Criatividade, Ludicidade, Diversão, Educação somática, Fisiologia do exercício, Filogênese e Ontogênese.

A partir dos aportes acima citados, configuro atividades que se intercruzam e se somam em busca da construção do ser integrado, movedor e criativo, seguro e promotor de autoconhecimento, conhecimento esse instransferível e transformador.

Lily Ehrenfried, uma da pioneiras da Educação somática, em Da Educação do Corpo ao Equilíbrio do Espírito, diz: “[…] Durante a realização dessas tentativas, uma ajuda inesperada surge: o corpo humano parece possuir uma tendência ordenadora, que colabora para recolocar imediatamente tudo “em seu lugar”, desde que lhe concedamos a menor possibilidade […]” (L.Ehrenfried,1991, pag.15).

Com base na citação acima arrisco dizer que a criança só precisa de estímulos e um ambiente promissor para que desenvolva bons hábitos corporais e modifique seu psiquismo. Pois, Lily afirma: “[…] Nunca vimos um ser humano modificar seus hábitos corporais sem modificar profundamente e definitivamente seu psiquismo […]” (L.Ehrenfried,1991, pag.17).

Muito parecido com o que dizia Joseph Pilates:

“ […] Como você progride em sua autoinstrução, você nunca tem nada a “desaprender”. Na verdade, esses exercícios se tornarão uma parte armazenada com segurança e para sempre em seu subconsciente. Você, que aprendeu corretamente a andar de bicicleta, nadar ou dirigir um automóvel, nunca precisará se preocupar com a possibilidade de não conseguir usar a técnica correta nesses movimentos, seja qual for a ocasião, porque se criou uma confiança ao receber as instruções da melhor forma disponível. […]” (Pilates,1945, pag136).

“[…] A autoconfiança e a consciência de que você possui a força para atender aos seus desejos, com animado interesse pela vida, são resultados naturais da prática da Contrologia. […]” (Pilates,1945, pag 137).

A partir do pensamento de Lily e Joseph, busco aprimorar formas de ensino de repertório que desenvolvam autoconfiança e motivação, animado interesse pelas aulas e, como consequência, a felicidade e a diversão como brindes compensadores.

Sobre infância, ela é definida como período que vai desde o nascimento até os 12 anos de idade. Se divide em primeira e segunda infância. É na metade da segunda infância que irei aconselhar a prática de Pilates, a partir dos 6 anos, pois é a partir daí que as crianças desenvolvem maior capacidade de raciocínio e aprendem a se comprometer com as diversas tarefas propostas. As habilidades motoras grosseiras e delicadas estão se aprimorando, coincidindo com o processo da escrita, letramento.

Quanto à Filogênese e a Ontogênese, A Filogênese é a evolução de uma espécie em conjunto com outras espécies. A Ontogênese é o desenvolvimento de uma única espécie, desde sua concepção até a maturidade, incluindo a embriologia. Conjunto esse bastante vasto, que durante toda a evolução humana buscou-se sua compreensão, trato aqui, ainda sob pesquisa, e dando a devida importância, no reconhecimento de como se chegou a posição bípede e a marcha, enquanto habilidade motora complexa.

No trânsito dessa pesquisa, trato as formas primitivas de movimento como resgate da movimentação natural, incluindo nas aulas de Pilates, treinos de Rastejar, Rolar, Acocorar, Engatinhar, Escalar, Alcançar, Braquiar, dentre outras, que além de força, usando o peso do própio corpo, trazem como benefícios a consciência Cinestésica da posição dos braços e das pernas, em harmonia com o tronco. Tudo a ver com os Princípios de movimento do método Pilates e o que propõe a nossa escola, a Polestar.

Dentro de todo o contexto, ressalto a importância do conhecimento de especificidades fisiológicas na infância, como: crescimento ósseo, cuidados com placa Epifisária, frequência cardíaca, tolerância ao calor e a fadiga.

Por fim, mas não menos irmportante, trago os jogos corporais como elementos agregadores ao que propunha Pilates, usados para aquecimento corporal e despertador da mente, para um trabalho de integração de princípios de Pilates, com aspectos da ludicidade e da criatividade como fonte de imaginação, fantasia, prazer e diversão.

Carla Phyrrho – Educadora Polestar Brasil

, , , ,
Post anterior
Problemas Posturais na Infância e na Adolescência
Próximo post
Alimentação e Pilates: O que comer antes das aulas?

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu

Pin It on Pinterest

Share This