Reabilitação e condicionamento com um único método

Reabilitação e condicionamento com um único método

Você já imaginou conseguir desenvolver o condicionamento físico e promover a reabilitação de forma simultânea e com a prática de uma única atividade? Pois isso é plenamente possível com o Pilates. O método revolucionário criado por Joseph Pilates consegue atender com muita eficiência uma grande quantidade de demandas, promovendo qualidade de vida e saúde. E mais, ainda é capaz de favorecer mudanças estéticas no corpo. A versatilidade do Pilates abraça o público que busca reabilitação e também condicionamento físico. E nas linhas a seguir você entenderá um pouco como isso acontece.

Um pouco sobre o método Pilates e seus benefícios

Vamos começar esse texto falando um pouco sobre o surgimento do Pilates, a fim de contextualizar a criação do método. Mas a intenção aqui é focar nos benefícios, então faremos um breve resumo de como tudo aconteceu.

Quando o Pilates foi criado, certamente nem o próprio Joseph fazia ideia da dimensão que o método alcançaria. Àquela época, pelos idos de 1914, a intenção era improvisar exercícios para ajudar na reabilitação de vítimas da Primeira Guerra Mundial, que compartilhavam com Joseph o mesmo campo de concentração na Inglaterra. A sua nacionalidade alemã foi que o levou à prisão, junto com outros conterrâneos e demais considerados inimigos.

Joseph Pilates passou a ajudar os feridos na guerra, ao improvisar equipamentos a partir dos objetos disponíveis no campo de concentração. Então, ele aproveitou, por exemplo, as estruturas das camas e as molas, a fim de construir aparelhos e acessórios que auxiliassem no processo de reabilitação.

Alguns anos depois, já em 1920 e de volta à Alemanha, ele inaugurou seu primeiro Studio de Pilates, criando o método então batizado de Contrologia. Hoje, conhecido como Pilates.

O que a prática do Pilates proporciona

Fato é que com o passar do tempo, percebeu-se que o Pilates promovia muito mais benefícios do que parecia inicialmente. Com a prática constante e assídua do método, os alunos desenvolviam muitas habilidades e adquiriam outras. Ademais, o método Pilates também passou a ser objeto de vários estudos científicos, que comprovavam suas qualidades e eficiência.

Além de reabilitação e condicionamento físico, o Pilates agrega muitos outros benefícios ao seu praticamente, como, por exemplo:

  • Estimula a interação social;
  • Ajuda a desenvolver a consciência corporal;
  • Auxilia no manejo da ansiedade e do estresse;
  • Corrige a postura;
  • Contribui para um envelhecimento mais ativo, independente e autônomo;
  • Treina a respiração consciente.

O Pilates na promoção da reabilitação e condicionamento

Iniciamos esse artigo mencionado um pouco da história do surgimento do Pilates, e ficou claro como o método nasceu na perspectiva da reabilitação. Reabilitação é o conjunto de métodos e terapias multidisciplinares, com o intuito de resgatar a saúde e bem-estar do paciente, recuperando total ou parcialmente as suas funcionalidades, sejam elas físicas, intelectuais, psicológicas, sensoriais e até sociais.

O Pilates, portanto, ajuda na recuperação de pacientes em processo de reabilitação. Ou seja, é considerado um desses métodos multidisciplinares capazes de devolver ao indivíduo essas funcionalidades.

Do outro lado da via está o condicionamento físico, para quem busca incrementar as funções musculoesqueléticas e metabólicas, a partir do aprimoramento de sua força muscular, da capacidade cardiovascular, da flexibilidade, resistência e demais habilidades que facilitam a realização das atividades diárias.

Assim, o Pilates traz essa completude de atuação, porque pode responder a ambas as demandas com a mesma qualidade e eficiência nos resultados. Nesse sentido, o diferencial é que o indivíduo que pratica Pilates e sofre algum tipo de lesão não precisa mudar sua modalidade de treinamento nem migrar para outra atividade de reabilitação.

Pelo contrário, o praticante, com acompanhamento de um profissional qualificado, pode contar com o próprio Pilates para ajudá-lo na reabilitação, por meio de um conjunto de exercícios e movimentos inteligentes e dirigidos a esse propósito. Ou seja, a modalidade continua a mesma, o que mudará é o tipo do treino, que será montado com exercícios próprios para restabelecer aquela lesão específica.

Esportes – Ademais, a prática de Pilates é uma alternativa para quem busca melhora de desempenho em qualquer modalidade esportiva e para quem quer prevenir lesões. Com o Pilates dá para focar no desenvolvimento de habilidades específicas para cada mobilidade e, simultaneamente, trabalhar o fortalecimento dos músculos, articulações, tendões e afins.

+Q Pilates, Physio Pilates, Pilates, Reabilitação e condicionamento, Revista Mais Que Pilates
Post anterior
Influência do Pilates no cuidado com a saúde mental
Próximo post
Corpo como expressão de vida e movimento

Mais Posts:

Guilhotina

Escrever sobre ela é um grande prazer pois sem dúvida alguma é meu equipamento preferido. Tive o prazer de ter inúmeras aulas neste equipamento com Romana Kryzanowska nos anos noventa.…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest

Share This